top of page
Buscar

Justiça do DF concede adicional de insalubridade a agente socioeducativo

O servidor público que atua como agente em unidade socioeducativa tem direito a receber adicional de insalubridade se são permanentes os procedimentos em que manipula objetos íntimos não esterilizados, como lâminas de barbear e outros, durante revistas pessoais e intervenção em conflitos.


Com esse entendimento, o juiz Jansen Fialho de Almeida, da 3ª Vara da Fazenda Pública do Distrito Federal, condenou o governo do DF a pagar adicional de 10% sobre o salário do servidor, a contar da data em que foi elaborado o laudo usado para embasar a ação.


O autor da ação apontou ser notória a sua exposição a condições de insalubridade por conta das especificidades do seu local de trabalho e suas atribuições de guarda, vigilância, acompanhamento e segurança dos adolescentes que cumprem medidas socioeducativas.


O laudo preparado por perito concluiu que ele se submete a exposição de riscos biológicos por doenças infectocontagiosas, através do contato com os internos e suas roupas intimas e inspeções em galerias de esgotos e lixos. Esse contato é diário e feito com luvas de PVC.


Apesar de o documento concluir que a atividade se enquadra como insalubre de grau máximo, o magistrado concluiu que ela seria de grau médio, com base em normativa do Ministério do Trabalho, pois não se provou a existência de adolescentes portadores de doenças infectocontagiosas no local, ou que o servidor tenha contato permanente com os menores nessas situações fáticas.


Para Diogo Póvoa, advogado responsável pela assessoria jurídica do SindSSE (DF), "atestada a presença/circulação de agentes biológicos nas Unidades Socioeducativas do Distrito Federal e evidenciada a imediata exposição em virtude das atividades ordinárias desempenhadas pelo servidor socioeducativo, é possível o enquadramento das funções desenvolvidas como insalubres, nos termos da NR-15 (anexo XIV), com o consequente pagamento do adicional de insalubridade".


Fonte: https://www.conjur.com.br/2022-jul-19/justica-concede-adicional-insalubridade-agente-socioeducativo

22 visualizações

Comments


Preencha o formulário para entrarmos em contato
Sua mensagem foi recebida. Entraremos em contato em breve. Obrigado!
bottom of page